O Eneagrama

Você está em: HomeO EneagramaO que é o Eneagrama

O que é o Eneagrama

O que é o Eneagrama

Composto por um círculo, um triângulo e uma hexade, o eneagrama é uma figura geométrica de nove pontas que funciona como símbolo processual. Pode ser usado na compreensão e no estudo de qualquer processo contínuo, dado que, na sua lógica, o fim é sempre o início de um novo ciclo.

É esta riqueza de possibilidades que explica a presença do eneagrama em diversas tradições antigas, desde o pensamento grego de Pitágoras e Platão até às filosofias herméticas e gnósticas, passando pelo judaísmo, cristianismo e islamismo.

No mundo moderno, a presença do eneagrama deve-se a Gurdjieff, filósofo arménio que ensinou filosofia do autoconhecimento profundo no início do século passado. Gurdjieff deparou-se com o símbolo numa das suas viagens e passou a utilizá-lo como um modelo de processos naturais.

Alguns anos mais tarde, Oscar Ichazo, filósofo boliviano que, tal como Gurdjieff, era fascinado pela ideia de recuperar conhecimentos perdidos, pesquisou e sintetizou os vários elementos do eneagrama. No início da década de 50, Ichazo associou as nove pontas do símbolo aos nove tributos divinos que refletem a natureza humana, oriundos da tradição cristã. Nascia a relação entre o eneagrama e os tipos de personalidade. Ao longo dos anos seguintes, Ichazo estabeleceu a sequência adequada de emoções no símbolo, fazendo mais de 108 eneagramas, descrevendo processos e criando o primeiro mapa da psique humana para elevar o nível de consciência.

Por fim, em 1970, o médico psiquiatra Claudio Naranjo correlacionou os tipos do eneagrama às características psiquiátricas que conhecia, começando a expandir as resumidas descrições de Ichazo e montando um sistema de tipologias.

COMPARTILHE:

Todos os direitos reservados. IEneagrama. 2019

Desenvolvido por: DBlinks - Agência Digital