Institucional

Você está em: HomeInstitucionalGestão Emocional e Desenvolvimento

Gestão Emocional e Desenvolvimento

Gestão Emocional e Desenvolvimento


A Gestão das Emoções é a capacidade de gerir as suas emoções e está intimamente ligada ao quociente emocional de cada indivíduo. Entende-se por quociente emocional o quanto cada indivíduo é inteligente emocionalmente. Por seu lado, inteligência emocional é um conjunto de competências que, ao serem desenvolvidas, se transformam em capacidade de reconhecer e compreender as emoções em si próprio e nos outros, de pensar com clareza e objetividade sobre as emoções e usar esse conhecimento para gerir o seu comportamento e forma de relacionar-se.


Autoconsciência: é o nível onde o indivíduo tem a capacidade de se realizar por ele próprio. Ser autoconsciente significa perceber e sentir o que está a causar a si mesmo e aos outros.

Autogestão: é a capacidade de gerir as suas emoções, aumentando a capacidade de perceber quais são os seus pontos fortes e fracos e, assim, administrá-los de forma positiva, para poder alcançar uma maior clareza e equilíbrio entre pensar, sentir e agir, (e menos reagir), obtendo resultados superiores e, sobretudo, bem-estar.

Consciência Social: é a capacidade de o indivíduo interpretar os sentimentos, as intenções e motivações dos outros através do que chamamos EMPATIA. Isto é, aprofundar a visão e a compreensão das razões sobre o motivo pelo qual uma pessoa é de uma determinada maneira, interpretando palavras, gestos, objetivos e metas subentendidos em cada discurso.

Gestão de Relacionamentos: é a capacidade de usar as competências adquiridas para administrar as interações pessoais e profissionais com sucesso.

Existem pesquisas sobre a necessidade de exercer a inteligência emocional em todas as áreas da vida. Segundo uma pesquisa da consultoria TalentSmart*, o QE (Quociente Emocional) pode ser mais decisivo para o sucesso na carreira do que o famoso QI (Quociente de Inteligência).

A consultoria avaliou a inteligência emocional, juntamente com outras 33 capacidades importantes no local de trabalho, e descobriu que a inteligência emocional é o fator mais importante do desempenho, correspondendo a um total de 58% do sucesso em qualquer setor do mercado de trabalho.

O levantamento, com mais de 1 milhão de pessoas, mostrou ainda que cerca de 90% dos indivíduos com melhor avaliação e considerados bem-sucedidos, são habilidosos na administração das suas emoções.


*Fonte: talentsmart.com
COMPARTILHE:

CADASTRE-SE E RECEBA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS SOBRE ENEAGRAMA NO SEU E-MAIL.

Logo - IEneagrama

Todos os direitos reservados. IEneagrama. 2019

Desenvolvido por: DBlinks - Agência Digital